Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

Kit #05 - Bojador Tinto, Lagar de Darei Tinto, Arcossó Padrão Dos Povos e Quinta Do Romeu Tinto

 
Simulador de Frete
- Calcular frete

BOJADOR TINTO 2018 é um corte de 50% ARAGONEZ, 30% TOURIGA NACIONAL e 20% TRINCADEIRA, de colheita manual e vinificado com utilização de leveduras selvagens. Uma vez terminado estagia por 6 meses em barricas de carvalho francês. Apresenta uma cor rubi intensa, aromas exuberantes de fruta madura e um lado vegetal a conferir alguma frescura, especiarias e um floral bem discreto. Prova de boca com muito sabor, volumoso, taninos macios, acidez média e excelente persistência, como requerem os grandes vinhos. Um tinto muito bem feito e sedutor.

Harmonização perfeita com Carnes Vermelhas na Brasa ou no Forno e uma boa experiência com pratos de Bacalhau no Forno.

 

ARCOSSÓ PADRÃO DOS POVOS 2014 é um vinho com características muito particulares, a começar pela região: Trás-os-Montes. É uma região que produz pouco vinho se comparada a outras regiões portuguesas e que faz uso de algumas castas pouco difundidas, como a TINTA AMARELA, aqui presente em 40% do volume e mesclada à TINTA RORIZ ( 40% ) e TOURIGA FRANCA ( 20% ). Não passa por madeira, mas estagiou por 30 meses em cubas de inox e mais 6 meses em garrafa.

Apresenta uma cor rubi bem intensa e revela aromas de frutos vermelhos bem maduros e algo muito leve de notas herbáceas. Na boca, um vinho cheio de volume, com taninos macios e agradáveis, medianamente encorpado, acidez muito boa e um final longo.

Bom parceiro para a maioria das Carnes Vermelhas, assadas ou na brasa e Massas com molhos mais elaborados e alguns Queijos de massa mais dura.

 

LAGAR DE DAREI TINTO 2015 é um corte de TOURIGA NACIONAL, ALFROCHEIRO, JAEN e TINTA RORIZ, castas típicas desta região e a colheita e seleção dos bagos para a vinificação é manual e muito criteriosa. Vindima manual para pequenas caixas com seleção manual dos cachos e dos bagos.  A fermentação se dá de forma espontânea, com leveduras selvagens e em lagares de granito, estagiando posteriormente em cubas de cimento.

A origem deste vinho nasce de uma história de amor entre o homem e a terra, em que o grande protagonista é o DÃO, uma das denominações de origem mais antigas de Portugal. Os vinhos de Darei são vinhos feitos pela natureza, baseados numa agricultura natural e sustentada, 100% biológicos, que respeitam e identidade do DÃO e o caráter das castas típicas desta Região. A vindima é feita respeitando o ponto máximo de maturação das uvas. Nos vinhos tintos ainda mantém a tradição da "pisa a pé" em lagares de granito.

Apenas 13% de teor alcoólico, como em geral são os vinhos do DÃO. Apresenta uma cor rubi bonita e no nariz revela aromas de frutos vermelhos frescos. Na boca, é ao mesmo tempo fresco e elegante, com bom volume, taninos elegantes e muito sedosos, boa acidez e um excelente final.

Combina perfeitamente com os pratos de Bacalhau ao Forno, Peixes gordos e a maioria dos pratos de carne da culinária brasileira. Muito adequado a Churrascos e Assados ao Forno.

 

Os vinhos biológicos da QUINTA DO ROMEU são uma referência neste conceito de agricultura. São 25 ha de vinhas a uma altitude média de 320 m e com exposições solares diversas; aquelas situadas mais a norte na região demarcada do Douro. Solos de xisto na transição para o granito. Clima seco com amplitudes térmicas diárias e anuais enormes. E como se esta diferenciação não fosse suficiente, são de agricultura biológica desde 1997. Aliás, toda a Quinta do Romeu é integralmente biológica, certificada. Em 2012  a quinta se tornou biodinâmica.

De colheita manual, utiliza as castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Sousão e Tinto Cão e a vinificação se dá em lagares de granito com suaves remontagens. Estágio em cubas de cimento. Vinho não estabilizado pelo frio e, por isso, pode criar depósito.

Cor vermelha cereja intensa. No nariz mostra um aroma limpo e com boa intensidade, complexidade e elegância. Saltam as notas de frutos vermelhos maduros, bastante floral e também uma fina especiaria. Na boca, uma sensação inicial macia  mas com boa estrutura e mantendo as mesmas notas do aroma. Vinho muito fresco, dada a sua acidez muito boa, taninos fortes mas sedosos e um final de boca muito prolongado.

Muito adequado a Assados ao Forno, Carnes Vermelhas na Brasa, Massas de Molhos encorpados.

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Uva: Touriga Nacional
  • Uva: Touriga Franca
  • Uva: Tinta Roriz
  • Uva: Sousão
  • Uva: Tinto Cão
  • Uva: Alfrocheiro
  • Uva: Jaen
  • Uva: Tinta Amarela
  • Região: Alentejo
  • Região: Trás-os-Montes
  • Região: Dão
  • Característica: Seco
  • Corpo: Levemente encorpado
  • Corpo: Encorpado
  • País: Portugal