Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

Quinta do Gradil
Product ID: 645
Product SKU: 645
New In stock />
Kit #61 - Quinta do Gradil 1492 - (Tannat e Alicante Bouschet)

Kit #61 - Quinta do Gradil 1492 - (Tannat e Alicante Bouschet)

Marca: Quinta do Gradil
Disponibilidade: Imediata
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

A História da Quinta do Gradil reflete-se nos seus vinhos e nos seus rótulos. No Séc. XVI, ao redor da Quinta do Gradil, região de caça do Rei de Portugal, abundava uma vasta fauna e flora. Encontravam-se fácilmente cervos, perdizes, lebres, coelhos, raposas e veados, daí a ilustração dos novos rótulos da Quinta do Gradil, que expressa a pureza de cada casta e é um tributo à biodiversidade que envolve as vinhas e reafirma o compromisso da empresa com o respeito ao meio-ambiente.

A Indicação Regional Lisboa, onde está a Quinta do Gradil, é hoje uma das mais importantes regiões vinicolas portuguesas, em termos de área plantada de vinha e volume de vinho produzido. É cada vez maior o numero de rótulos desta região a se destacar em avaliações da crítica especializada e nos concursos internacionais. É uma região geográficamente privilegiada, formada por colinas suaves e clima temperado, de forte influência atlântica, com Verão relativamente ameno.

 

A casta ALICANTE BOUSCHET nasceu entre o casamento das castas Petit Bouschet e Grenache no Languedoc. Tornou-se práticamente uma casta portuguesa originando vinhos muito intensos de cor, com taninos poderosos e grande estrutura. Faz maravilhas quando loteada com outras castas, acrescentando aos vinhos volume, estrutura e corpo, concentração e enorme capacidade de envelhecimento.

 

Região: Lisboa

Classificação: Reserva
Tipo: Tinto
Enologia: Tiago Correia
Teor Alcoólico: 14%
Castas: 100%  ALICANTE BOUSCHET

 

Terminada a vinificação, o vinho vai estagiar por 12 meses em barricas de carvalho francês e posteriormente mais 12 meses em garrafa, a temperaturas controladas


Notas de prova: De cor bastante carregada, típica desta casta tintureira, já que sua polpa também é tinta, Na prova revela aromas florais e notas acentuadas de frutos silvestres e alguma especiaria. Na boca, impressiona pelo seu caráter taninoso, porém muito sedoso e frutado, contrastando com um frescura que impressiona, graças à sua proximidade com o Atlântico, o que lhe confere extraordinária acidez que vai favorecer sua grande capacidade de evolução em garrafa, podendo ser guardado por mais de 15 anos. Evolui consideravelmente em taça e exibe um final de boca bastante prolongado e muito agradável. Sem dúvida, um vinho fora dos padrões comuns.


Sugestões enogastronômicas: Graças à sua delicadeza e estrutura, harmoniza perfeitamente com a maioria dos pratos da culinária portuguesa e também brasileira. Os Assados ao Forno e os Churrascos na Brasa são os mais indicados, embora se mostre perfeito com Ensopados de molhos apurados e cozedura longa, como Rabada e Ossobuco.

 

A casta TANNAT é originária do Sul da França mas encontrou seu "terroir" ideal no Uruguai. Dá origem a vinhos de grande caráter, bastante corpo e estrutura, muito tanino, com grande intensidade de cor, aromas deliciosos de frutas negras e chocolate, com ótima concentração e persistência. Faz casamentos perfeitos com a casta MERLOT, para criar vinhos mais delicados e suaves.

 

Região: Lisboa

Classificação: Reserva
Tipo: Tinto
Enologia: Tiago Correia
Teor Alcoólico: 13,5%
Castas: 100%  TANNAT - uma raridade em se tratando de vinhos portugueses.

 

A fermentação acontece em cubas de inox por cerca de 7 dias. Em seguida, 30% do vinho vai estagiar em barricas de carvalho francês e americano, por 9 meses. Ainda permanece em descanso já engarrafado, por até 6 meses.

 

Notas de prova: Muita cor sugerindo desde logo um vinho bastante concentrado, de bom corpo e estruturado. No nariz são claros os aromas de frutas maduras, especialmente frutas negras como ameixa e amoras, algumas notas de frutos silvestres e baunilha, especiaria leve. Na boca, um vinho potente, muito intenso de sabor, frutado e taninoso, mas muito sedoso e rico, revelando um excelente final, persistente e longo a revelar um vinho com grande potencial de evolução.

Sugestões Gastronômicas: Pela estrutura e corpo, um vinho adequado a pratos ricos em sabor e gordura. Cordeiro no Forno é um clássico da harmonização da casta Tannat. A Feijoada Brasileira pede sem qualquer dúvida. Ótima pedida também para Carnes cozinhadas em molhos com bastante tempero e vinho.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Uva: Alicante Bouschet
  • Uva: Tannat
  • Região: Lisboa
  • Característica: Seco
  • Corpo: Encorpado
  • País: Portugal