Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

Vale de Fornos
Product ID: 611
Product SKU: 611
New In stock />
Vale de Fornos DOC do Tejo 2019

Vale de Fornos DOC do Tejo 2019

Marca: Vale de Fornos
Ref: 1962
Disponibilidade: Imediata
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Localizada no coração de Portugal, a Região do Tejo está imemorialmente ligada à produção de vinhos. É de direito próprio uma das mais antigas regiões produtoras de vinho do nosso país. Historicamente são múltiplas as referências aos vinhos do Tejo. Tal como muitas outras regiões vitivinícolas nacionais e internacionais vêem os seus nomes associados aos dos rios que as atravessam. No nosso caso o Tejo é sem dúvida o elemento dominante desta região, contribuindo de forma decisiva quer a nível dos vários «Terroirs» quer a nível climático.

Terra de mosteiros, cidades, vilas e quintas pertencentes a famílias nobiliárquicas que, em tempos, foram estâncias de férias e temporadas de caça, a região do Tejo, ainda hoje, se rege pela tradição da criação do cavalo Puro Sangue Lusitano, indissociável às touradas. Do património arquitectónico guardam-se tesouros Manuelinos, como o Convento de Cristo, em Tomar, ou o estilo Gótico, predominante em Santarém, que, pelos seus exemplos de arte em plena rua, é uma cidade-museu a céu aberto.
 
No enoturismo, há propriedades seculares ainda na posse das mesmas famílias enaltecidas pelo protagonismo conquistado nas páginas da História e as estórias que se contam sobre os vinhos produzidos, pela ligação com a tradição da arte equestre, a respeito da qual ainda mantêm as coudelarias ou pela proximidade com a Natureza, complemento inerente a muitas das actividades outdoor e vocacionadas para a sustentabilidade, bem como a observação de aves, entre outras iniciativas associadas à cultura da vinha, sem deixar passar a importância de dar a conhecer a gastronomia da região e a mais-valia da estadia.

 

As fronteiras da região são delimitadas por Tomar, Ferreira do Zêzere, Sardoal e Mação, a Norte; Abrantes, Chamusca, Alpiarça e Almeirim, a Este; Torres Novas, Alcanena, Rio Maior, Cartaxo e Azambuja, a Oeste, Coruche e Benavente, a Sul.

A região dos Vinhos do Tejo é composta por um total de 17 mil hectares que produzem anualmente cerca de 650 mil hectolitros o que representa cerca de 10% do total nacional. Destes são certificados cerca de 110 mil hectolitros dos quais 90% são vinhos com Indicação Geográfica Protegida (IGP) e 10% são vinhos com Denominação de Origem Controlada (DOC)

 

Região: Tejo

Classificação: Colheita
Tipo: Tinto
Teor Alcoólico: 13%

Castas: 40% TOURIGA NACIONAL, 20% CASTELÃO, 20% ALICANTE BOUSCHET e 20% SYRAH

Terminada a vinificação, o vinho vai estagiar por 6 meses em barricas de carvalho francês.


Notas de prova: De cor granada intensa bastante concentrada. Na prova revela aromas intensos de fruta vermelha madura com nuances de menta e cacau e alguma especiaria. Na boca, impressiona pelos taninos poderosos mas bastante aveludados, frescura agradável para um tinto e um final de boca bastante prolongado e sedoso. Apesar de ser um vinho de alguma simplicidade, apresenta bom potencial de envelhecimento, estimado em mais de 10 anos.


Sugestões enogastronômicas: Boa estrutura e encorpado, vai ser um parceiro ideal para Carnes Vermelhas Assadas ou na Brasa, Massas com Molhos apurados e temperados, Carnes de Panela.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Uva: Alicante Bouschet
  • Uva: Touriga Nacional
  • Uva: Castelão
  • Uva: Syrah
  • Região: Tejo
  • Característica: Seco
  • Corpo: Encorpado
  • País: Portugal